Saúde
30/04/2015 10:02 (atualizado em 30/04/2015 10:03)

Entenda o autismo

O que é?
O autismo é um distúrbio cerebral complexo, com fundamento genético, que aparece durante a primeira infância. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), no Brasil, estima-se que 2 milhões de pessoas tenham o transtorno.
O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) americano aponta que a patologia é até cinco vezes mais comum em meninos e que uma em cada 68 pessoas tem o problema.

Sintomas
Os pacientes com o transtorno apresentam características peculiares, identificáveis até os 2 anos de idade. Entre elas, três se destacam: dificuldade de interação social, por isso as crianças não olham em seus olhos quando falam; manias estereotipadas, como alinhar brinquedos ou objetos; e dificuldade de comunicação, com retardo na fala e na linguagem.

Diagnóstico
Uma consulta clínica, feita por um neurologista infantil, neuropediatra ou psiquiatra infantil pode confirmar o quadro. Nenhum exame laboratorial aprova a situação. Mas há casos em que exames podem descartar outras patologias, como sífilis congênita. Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade e déficit intelectual podem se associar ao autismo.

Espectros do distúrbio
O transtorno pode ser leve, moderado ou grave. Em todos os casos, as características são as mesmas, mas há pacientes em que o grau de inteligência não é afetado. Sobre o espectro, se uma criança é autista, a chance de ter um irmão com a mesma patologia é 35 vezes maior, aponta estudos do CDC.

Tratamento
Não há um fármaco específico para o transtorno, mas, para melhorar os sintomas, o autista deve ser acompanhado por fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional e psicólogo. Remédios são indicados nos casos de depressão, ansiedade e crise compulsiva.
Fonte: Revista saúde

Leia também...