Jovem Cientista
21/05/2015 17:31

Santa Catarina tem três contemplados no Prêmio Jovem Cientista Bruna Marchesan Maran, Deloan Edberto Mattos e a própria UFSC receberam premiações pelo trabalho de pesquisa e inovação

Foto: Montagem sobre fotos de divulgação / CNPQ
Santa Catarina tem três representantes entre os nove vencedores do XXVIII Prêmio Jovem Cientista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ).
Bruna Marchesan Maran, aluna do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), em São Miguel do Oeste, ficou em 3º lugar na categoria Ensino Médio, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) recebeu o mérito institucional na categoria Ensino Superior e o catarinense Deloan Edberto Mattos, estudante da Universidade Federal da Fronteira do Sul (UFFS) em Erechim, Rio Grande do Sul, foi o 1º colocado na categoria Ensino Superior.
Este ano, o tema do Prêmio é “Segurança Alimentar e Nutricional”. Deloan, de 27 anos, ganhou com uma pesquisa sobre o modelo de agricultura urbana como inovação no processo de abastecimento de alimentos em cidades de pequeno porte.
O catarinense, que estuda no Rio Grande do Sul, foi orientado pela pesquisadora Marcela Alvares Maciel no trabalho premiado, um modelo inovador de plantio dentro das próprias cidades.
— Ocupar os espaços vazios visa melhorar a qualidade de vida na segurança alimentar — contou o jovem estudante.
Já Bruna, de 18, ganhou na categoria estudante do ensino médio com uma pesquisa sobre as propriedades funcionais tecnológicas do okara desidratado, um resíduo da confecção de leite de soja, e a sua possível aplicação em biscoitos. Ela foi orientada pela professora Tahis Regina Baú no trabalha que, em essência, buscava uma forma de transformar sobras da indústria alimentícia em cookies.

O prêmio recebeu 1920 inscrições na edição deste ano, entre as categorias mestre e doutor, estudante de ensino superior e estudantes de ensino médio. E os premiados foram divulgados em coletiva
— É um prêmio importante porque ele forma a consciência no Brasil de que existem referências, pessoas que são referências, crianças que são referências e crianças que são referências — disse o Presidente do CNPQ, Hernan Chaimovich.

UFSC reconhecida
— A Universidade federal de Santa Catarina (UFSC), como já disse há pouco tempo, está hoje desntre as melhores desse país , por causa da capacidade que teve, nas últimas décadas, de contratar talentos que são verdadeiras luzes para a formulação de ideias, para contato com a sociedade e para impacto social e econômico — disse Chaimovich.
A UFSC, apesar de não ter recebido nenhum prêmio nessa edição, teve seu trabalho reconhecido pelo destaque das pesquisas já realizadas e em andamento. Recebeu o prêmio na categoria mérito institucional para instituições de ensino superior. A universidade ganhou o prêmio porque foi a instituição que inscreveu o maior número de trabalhos com mérito científico.
— O prêmio mostra como uma instituição pública contribui para o desenvolvimento do país — disse Roselane Neckel, reitora da UFSC
Fonte: Porto Feliz AM

Leia também...