Estética
22/05/2015 09:15 (atualizado em 22/05/2015 09:44)

Ofurô, pedras quentes e inverno: casamento perfeito

O friozinho do outono/inverno é um bom motivo para você fazer uma deliciosa massagem e relaxar. Nas estações mais frias é que os benefícios da massagem aumentam, pois afastam gripes e resfriados, hidratam a pele ressecada pelo clima e eliminam as dores mais presentes nessa época.
Conforme a Esteticista, Linda Meller, é nessa época do ano que o prazer de receber a massagem também aumenta, pois o corpo sofre mais com o frio, causando desequilíbrios que as massagens visam reequilibrar. “Além disso, os ingredientes ou acessórios quentinhos tornam o ato de renovar as energias e relaxar, algo mais gostoso ainda de se fazer no frio”, ressalta Linda. Ela destaca que nesse período do ano a massagem mais indicada é a terapia das pedras quentes. “Uma das mais conhecidas e pedidas, a massagem é realizada com pedras especiais aquecidas a uma temperatura bem agradável, com a finalidade de relaxar e reequilibrar as energias dos chakras”, explica.
Ainda, conforme Linda, as pedras são dispostas ao longo dos músculos, no intuito de transmitir energia que religa a força interior. É indicada principalmente para aliviar o estresse, relaxar a musculatura e ativar a circulação.
Esta opção é oferecida na Linda Clínica & Estética, em São Miguel do Oeste, e pode ser realizada perfeitamente com o Banho de ofurô. Um banho com ozônio, com temperatura entre 35 e 37 graus Celsius, que ajuda na oxigenação dos tecidos e contém propriedades calmantes e nutritivas para a pele. “O ofurô une físico, mente e ambiente, proporcionando um relaxamento total pela imersão em água quente. 10 minutos de imersão e a pessoa já sente o alívio da fadiga física, em qualquer hora do dia”, destaca a esteticista.
No inverno, nos movimentamos menos e devido ao frio aumentam os problemas de circulação, dores nas articulações e dores pelo corpo. Essas terapias ajudam a estimula a circulação sanguínea e os músculos, desobstruindo o fluxo de energia e liberando toxinas presas aos músculos e tecidos.

Galeria de fotos

Leia também...