Milionário
24/05/2015 10:02 (atualizado em 28/05/2015 08:47)

Quebrar as regras da escola acabou por fazer deste garoto um multimilionário

Às vezes, contrariar as regras da escola pode ser ter resultados melhores do que se imagina. O britânico Jack Cator é um exemplo disso. A escola em que estudava começou a proibir o uso da internet, mas ele, em busca de diversão nos intervalos, não cruzou os braços. Para burlar o sistema, Jack utilizou seus conhecimentos de programador e invadiu o sistema da escola, o que o impulsou para criar seu próprio provedor de rede privada e ganhar milhões com a empresa HideMyAss (HMA) (“Esconda Meu Traseiro”, em português).
Em 2005, aos 16 anos, Jack invadiu o sistema da escola, por meio de um servidor remoto, que possibilitava a navegação privada e anônima. “Pensei que seria engraçado furar o bloqueio montado pela escola”, diz o jovem. Através do uso dos serviços das redes privadas (Virtual Private Network, VPN), Jack percebeu que os provedores não tinham fácil acesso e tinham muita propaganda.
A partir daí, surgiu a ideia de criar sua própria rede, que, anos depois, se tornaria uma das maiores empresas do ramo. Após um mês de lançamento, a empresa já tinha milhares de usuários e faturava cerca de R$ 71 mil por ano. Hoje, Jack tem 26 anos de idade e acaba de vender a empresa por R$ 190 milhões, para a renomada de software AVG. Ainda assim, o jovem vai continuar como chefe-executivo da HMA.

menino 01

“Fiquei muito surpreso como tudo isso viralizou rápido. Nunca montei um plano de negócios ou nada do gênero, eu lancei o site inteiro em uma única tarde”, afirma Jack. A empresa cresceu tanto, que hoje conta com 100 funcionários e o faturamento vem aumentando cada vez mais. “Nosso nome tem um papel fundamental nisso. As pessoas ficam fascinadas – depois que você ouve, não consegue esquecê-lo”, brinca o jovem multimilionário.

menino 2
menino-ultima
menino 3
menino 6
menino 7

Assista abaixo ao vídeo e entenda melhor sobre esse negócio:

Galeria de fotos

Leia também...