Geral
31/07/2015 11:04 (atualizado em 31/07/2015 11:09)

Casa de 1932 guarda rico acervo de recordações e tradições em Riqueza HISTÓRIA No estilo europeu, e com diversos utensílios, como baús, armários, cadeiras, camas, malas, documentos, acessórios. São detalhes que o proprietário da residência estilo enxaimel, Henrique Ernesto Gdanietz, mostra aos visitantes

RIQUEZA - As hastes de madeira encaixadas entre si revelam as características da casa em estilo enxaimel, construída pela família de Henrique Ernesto Gdanietz, 70 anos, por volta de 1932, em Riqueza. Com o passar do tempo, as marcas do envelhecimento apareceram, e a casa mais antiga do município guarda grandes lembranças e conquistas que a família vivenciou ao longo destes anos.
            No estilo europeu, a casa de madeira de cor amarela foi o cenário em que Gdanietz viveu a sua infância até o ano de seu casamento. A casa é feita a mão, sem a utilização de maquinários, é estruturada em dois andares, na parte de baixo contem sala, cozinha, despensa, um quarto e o banheiro. Na parte de cima, ficam dois quartos. 
Com o passar do tempo, e por necessidade, foram realizadas algumas modificações na casa. “Pelas necessidades que foram surgindo na época foi construído um banheiro, uma janela maior na sala, foi fechada uma área que tinha aos fundos, porém, a estrutura da casa continua a mesma há 83 anos”, relembra.
Baús, armários, cadeiras, camas, malas, documentos, máquina de costura, acessórios. São detalhes que Gdanietz mostra aos visitantes que recebe para conhecer a relíquia da família. Com lágrimas nos olhos, o proprietário recorda os momentos de alegria que presenciou durante a sua vida, no tempo em que viveu na casa. 
Pensando na conservação e história da casa, Gdanietz relata que pretende doar a casa ao município para que ela seja utilizada como museu. Na casa, a família deixou recordações que sua família trouxe da Alemanha e revelam a tradição que cultivavam quando vieram para Riqueza. 
 
Estrutura de madeira é o diferencial do estilo

Enxaimel é um estilo arquitetônico de origem germânica em que a madeira assume a função estrutural. Este estilo foi trazido pelos alemães e deriva de um estilo europeu desenvolvido nos tempos do Renascimento, no norte da Europa, principalmente na Alemanha.
O auge deste estilo foi durante os séculos XVI e XVIII e na época da imigração, já estava fora de moda na Europa, mas foi útil ao Brasil. Em um clima úmido, as fundações das casas enxaimel evitavam que a madeira que dá sustentação a casa apodrecesse.

Galeria de fotos

Fonte: Aline Reinheimer

Leia também...