Especial
07/08/2015 15:13 (atualizado em 07/08/2015 15:43)

Hermes Barbieri fala sobre os desafios para o futuro PLANEJAMENTO Presidente da Sicoob Credial, Hermes Barbieri acredita que o segredo desse sucesso está no planejamento e no atendimento qualificado ao associado

CUNHA PORÃ - A experiência como funcionário da Cooperativa Auriverde, em 1978, rendeu a oportunidade para o atual presidente do Sicoob Credial, Hermes Barbieri ter o primeiro contato com o cooperativismo. A profissionalização e a experiência na área bancária trouxeram novos desafios em sua carreira profissional e em 1984, ele e um grupo de agricultores ingressaram em um projeto ambicioso para criação de uma cooperativa de crédito na região. Em 1985, o sonho tornou-se realidade, o Banco Central aprovou o projeto e nasce então o Sicoob Credial. 
As atividades como cooperativa de crédito iniciaram em 8 de agosto de 1985. Em 1999, Barbieri foi eleito presidente da cooperativa e sucedeu Manfredo Salfner. “A partir daí procuramos organizar a estrutura da cooperativa de crédito através de suas filiais. Iniciamos em São Carlos um projeto, sendo a primeira sede própria e as demais vieram na sequência”, conta. A próxima filial a ser inaugurada será em Maravilha  no dia de hoje. 
Barbieri conta que, o crescimento da cooperativa foi gradativo, e o trabalho em busca de novos associados intenso. Em 2006, a aprovação do projeto de Livre Admissão pelo Banco Central, proporcionou para a cooperativa um crescimento maior. “Com aprovação do projeto de Livre Admissão, qualquer pessoa, independente da sua atividade pôde se associar ao Sicoob. Isso cresceu muito, basta dizer que hoje somos milhares de  associados”, frisa. 
Segundo Barbieri, o planejamento e atendimento qualificado ao associado foi uma das bases para o atual sucesso da cooperativa. “É muito importante o planejamento, nós nos reunimos e planejamos, nós temos muitos fundos de reservas para qualquer eventualidade que acontecer”, ressalta. Sobre o atendimento, ele enfatiza que a cooperativa está chegando cada vez mais perto do associado, abrindo filiais em vários municípios. “O grande progresso nosso é o atendimento, hoje estamos em nove municípios. Sempre participamos dos eventos, ajudando a comunidade a se desenvolver, por isso que o sistema Sicoob cresce muito”, destaca. 
Para o presidente, o associado tem que ser valorizado e o comitê de crédito aprova os projetos visando sempre o crescimento do quadro social. “Por isso também que o associado tem que fazer investimentos para o sucesso da sua família e de toda comunidade”. Barbieri acrescenta que as pessoas se tornam proprietárias da cooperativa, tornando-se um agente participativo dentro das decisões do Sicoob. “O associado que trabalha corretamente com a cooperativa vai ter um retorno importante, que são as sobras, a manutenção da sua conta, e a sua credibilidade dentro da sua comunidade”, afirma. 


As responsabilidades de estar à frente do Sicoob Credial 

Barbieri declara que junto com a sua equipe executa um trabalho de responsabilidade e qualidade diante o quadro social.  “A nossa equipe, desde a nossa diretoria de administração, a diretoria executiva e principalmente nosso quadro funcional está preparado, por isso procuramos qualificar os funcionários para atender cada vez melhor os clientes”, argumenta. 
  Já são 37 anos de cooperativismo e pensando nos próximos 30, Barbieri acredita que terá mais crescimento e desenvolvimento. “Acreditar no sistema cooperativista como futuro de Santa Catarina, do Brasil e por que não dizer no mundo, pois o cooperativismo faz com que a comunidade cresça e com isso todos se sentem bem”, almeja. 
Quase chegando a 30 mil associados, a Sicoob Credial tem conquistado a credibilidade de seus associados. “Com certeza é uma grande festa, estamos quase chegando aos 30 mil associados, porque eles acreditaram no projeto e nós que administramos também estamos felizes junto com toda a equipe”, comenta. 
O presidente associa o Sicoob como a uma família unida que busca objetivos em comum, entre as principais delas, o bem estar das pessoas. “O crescimento dos associados é muito importante. É preciso acreditar nas pessoas para que elas se desenvolvam”, finaliza. 

Galeria de fotos

Leia também...