Polícia
13/08/2015 11:29 (atualizado em 13/08/2015 11:45)

Polícia desarticula quadrilha que praticava furto PRISÃO A Polícia Civil cumpriu 10 mandados de busca e apreensão, em oito alvos diferentes, e até o momento cinco integrantes da quadrilha foram presos

Três integrantes de uma quadrilha que praticavam crimes de roubos e furtos na região foram presos na manhã desta quinta-feira, dia 13. Segundo o delegado João Luiz Miotto há alguns meses uma investigação havia sido iniciada, e durante a investigação a polícia contou com uma série de indícios que vinculavam algumas pessoas. Cerca de 45 policiais civis da região participaram da operação.
Conforme o delegado o principal foco da investigação foi às explosões que aconteceram aos caixas eletrônicos no Banco do Brasil e no Bradesco em Caibi. “É uma investigação que vem ocorrendo há algum tempo aqui em Palmitos, mas em decorrência a alguns fatos que vem acontecendo principalmente em Caibi. Iniciamos uma investigação e contatamos uma série de indícios que vinculavam algumas pessoas, essas pessoas durante esse período e antes dos fatos, cometeram uma série de delitos, tanto em Palmitos, São Carlos e Caibi”, conta. 
A Polícia Civil conseguiu identificar que os indivíduos estavam estabelecidos em São Carlos. De acordo com Miotto, foram identificadas oito pessoas, duas delas já tinham sido presas em Palmitos. “A arma que eles utilizavam estava vinculada com o furto em Caibi, as roupas que eles usavam foram flagradas nas câmeras de monitoramento do dia do arrombamento em Caibi e assim outras informações que a gente coletou durante a investigação”, informa.
Já na quinta-feira, a Polícia Civil cumpriu 10 mandados de busca e apreensão, em oito alvos diferentes. Miotto explica que já havia pedido a prisão preventiva dessas pessoas e busca apreensão para objetos, como drogas e armas, porém o judiciário entendeu que naquele momento não tinha o levante necessário para prisão preventiva. “Hoje, foi apreendida uma quantidade razoável de drogas em duas residências e três pessoas, que foram conduzidas para a delegacia para formalização dos procedimentos. Além disso, armas nós não encontramos, mas foram apreendidos alguns celulares e objetos que podem ajudar na investigação, e serão analisados no decorrer da investigação”, comenta.
Miotto ressalta que até o momento cinco integrantes da quadrilha foram presos. “Neste momento três pessoas estão sendo presas em flagrante e mais duas que já estão presos, então são cinco integrantes dessa quadrilha que foram presas. E voltaremos a pedir a prisão dessas pessoas que ainda não foram detidas. Nós temos a informação que eles estão cometendo crime na região, nós da Polícia Civil estamos convencidos disso e voltaremos para o Poder Judiciário para pedir a prisão dessas pessoas”, informa.  

Galeria de fotos

Leia também...