Geral
09/10/2015 16:50 (atualizado em 31/12/1969 21:00)

SIMPLICIDADE E PUREZA DE CORAÇÃO

“Com duas asas se levanta o homem acima das coisas terrenas, estas asas são a simplicidade e a pureza. A simplicidade há de estar na intenção e a pureza no afeto. A simplicidade procura Deus e a pureza vai lhe dar o abraço de afeto”.  
Com as palavras de Tomás de Kempis, posso afirmar-lhes que o afeto desordenado pode causar problemas, porém, o afeto ordenado e focado lhe trará grandes benefícios, assim como a simplicidade que, em nenhuma grande obra, será um estorvo. Se estiveres interiormente livre de entulhos poluidores da boa paz, a simplicidade abre-lhe caminhos e os anfitriões o levarão da sala para a cozinha.
Um coração puro e simples penetra o céu e o inferno. Se há alegria neste mundo, ela está naqueles que têm o coração simples para amar, e se há tribulações e tristezas, podes crer que no peito bate um coração amargurado, invejoso, com tédio e rancor.
Um coração para amar deve perdoar e sentir a paz através do perdão dos outros. A simplicidade é o caminho mais curto para chegar ao ápice da grandeza humana e, sendo assim, gozarás da tão sonhada liberdade interior. 
Com o coração puro voltado ao amor, a simplicidade e a pureza serão espelhos de vida e muitas pessoas o seguirão, pois a simplicidade e a pureza são transmitidas através das expressões faciais e dos atos que praticamos.
A maior revolução que se deu na história da humanidade, foi quando alguém, atravessando as fronteiras de sua pátria, fugindo das perseguições, ao primeiro desconhecido que encontrou, chamou-o de “meu irmão”.  Quando alguém é simples, bom e puro, logo tudo fica mais fácil, mesmo em terras estranhas, porém, muitos pensam exatamente o contrário: “Se é possível complicar, por que deixar as coisas fáceis?”. 
Pessoas sofrem porque não conseguem soltar suas amarras das picuinhas e intrigas. Em função do ciúme, inveja e ganância, deixam de ser simples e gozar da pureza da alma e, com isso, poluem-se com os lixos acumulados em seu cérebro, e estes poluidores, por vezes, anseiam ensinar aos outros o bom caminho, esquecendo-se da primeira lição da simplicidade e da pureza que é: “Primeiro conserva-te em paz e depois poderás pacificar os outros”. 
Portanto, mantenha a consciência na simplicidade e na pureza, mesmo que os caminhos tortuosos queiram levá-lo aos desvios do bem.
Até a próxima!
 

Leia também...