Geral
22/01/2016 16:26 (atualizado em 31/12/1969 21:00)

Será que o habito da leitura está acabando? Será que o habito da leitura está acabando?

A importância da leitura dentro da história da humanidade sempre surgiu como uma condição essencial para a construção do poder crítico do indivíduo. Para entender e compreender os acontecimentos de sua época ou da história, a pessoa deve possuir ferramentas que apenas o conhecimento pode transmitir através da mídia falada e televisada ou através das redes sociais.
Quando a televisão e  o computador, celular entraram pela porta da frente, a leitura saiu pela porta dos fundos.
O diabo não tem medo de bíblia empoeirada. Uma bíblia nas mãos é melhor que duas bíblias na prateleira. Um livro na mão é melhor que cem livros ornamentando uma estante.
A leitura ocupa uma singela sétima colocação atrás da internet, celulares e a televisão, escutar música ou rádio. Porém, um dado surpreende entre os brasileiros que foram questionados sobre as razões que o fizeram não ter lido nos últimos três meses, 53% dos brasileiros responderam que não tinham tempo para ler.
Eu vou dar a dica de como se adquire o hábito da leitura, pois eu também não possuía este hábito, até que, certa ocasião, eu perguntei a um mestre e ele respondeu-me: “sabe como você pode adquirir o hábito da leitura? Lendo”.
Eu estou escrevendo meu sexto livro, que vai se chamar: VISÃO DE FUTURO E NOSSOS MEDOS, e senti na pele o quanto é difícil escrever para quem não quer mais ler. 
A pouco, li um livro que a autora levou trinta anos pesquisando, para, então, lançar sua obra, que qualquer um pode ler em menos de uma semana.
Autores dedicam uma vida para pesquisar um conhecimento que podemos adquirir em menos de uma semana. Portanto, largue a preguiça de lado e leia, esqueça um pouco o celular e as atrações das redes sociais e a TV, coloque como meta ler um capítulo por dia de qualquer livro e você vai perceber a grande diferença que acontecerá com o seu conhecimento. 
Há três coisas que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida.
Errar é humano, mas quando a borracha se gasta mais do que o lápis, de tantos erros ortográficos isso é sinal que algo não vai bem com a leitura.
Até a próxima!

Leia também...