Seg. Pública
04/05/2012 16:41

Dois incêndios em empresas são registrados em 22h Revenda de Automóveis Gambatto e depósito do Supermercado Vipi foram atingidos terça e quarta-feira

SÃO MIGUEL DO OESTE

 

Em menos de 24 horas, o Corpo de Bombeiros de São Miguel do Oeste foi acionado para atender duas ocorrências de incêndioem empresas. Naterça-feira, feriado do Dia do Trabalho, por volta das 17h40, a guarnição foi acionada para atender um incêndio na revenda de Automóveis Gambatto/Fiat, na rua Valdemar Rangrab, no bairro Jardim Peperi.

Ao chegar ao local os bombeiros constataram que as chamas já haviam se propagado pela parte superior do prédio, entre o forro e teto de zinco. A revendedora estava lotada de veículos e precisou ser feita a retirada dos mais de 30 carros do local. Computadores também foram retirados. Segundo o Corpo de Bombeiros, foram utilizados nove mil litros de água para o combate, resfriamento e rescaldo. A Policia Militar e o plantão da Celesc auxiliaram no combate às chamas. Segundo testemunhas, trabalhadores instalavam uma placa luminosa momentos antes do fogo iniciar.

Pouco mais de 22 horas depois, às 15h do dia seguinte, o Corpo de Bombeiros foi acionado novamente para combater um incêndio no centro da cidade. Desta vez o sinistro foi registrado no depósito do Supermercado Vipi, no centro da cidade, ao lado da Agência da Caixa Econômica Federal. Chegando ao local, o Corpo de Bombeiros constatou que as chamas já haviam rompido a cobertura do depósito que abrigava papel higiênico, óleo vegetal, carvão, açúcar e guardanapos, entre outras mercadorias.

O fogo se alastrou rapidamente, dificultando o trabalho do Corpo de Bombeiros. As chamas atingiram a altura aproximada de seis a oito metros. Inicialmente os agentes efetuaram o combate às grandes chamas e isolaram a área do mercado, evitando a propagação das chamas. O depósito estava totalmente cheio de mercadorias, as quais dificultaram a extinção e o rescaldo do incêndio. Toda a mercadoria precisou ser removida e retirada para a realização do rescaldo. Depois de cerca de 50 minutos as chamas foram controladas. De acordo com o Corpo de Bombeiros, foram utilizados aproximadamente 45 mil litros de água, empregadas seis viaturas, sendo ainda deslocada uma viatura de Guaraciaba para auxiliar a guarnição de São Miguel do Oeste. Ao todo, foram empregados 24 bombeiros, sendo 20 militares e quatro bombeiros comunitários.

A direção do supermercado não sabe como o sinistro começou. De acordo com o proprietário, Francisco Crestani, funcionários até tentaram controlar as chamas com extintores, mas não obtiveram sucesso, já que o fogo iniciou no local onde é estocado papel higiênico. Segundo Crestani, ainda não foi possível apurar os danos. Ele lembra que as mercadorias foram todas descartadas, devido à água e a fumaça. O prédio e as mercadorias tinham seguro.

Leia também...