Coluna
14/06/2017 13:48 (atualizado em 31/12/1969 21:00)

NAMORAR... COM QUEM? NAMORAR... COM QUEM?

Nesta semana, vimos muitas fotos, homenagens, textos, declarações, jantares... (nas redes sociais). Tanto de casais novos como mais experientes... Muitas comemorações...
Mas o que é namorar? Será que é apenas ter uma relação? Ou então relacionar-se com o outro, manter um compromisso; ter algumas atividades a dois; gostar de se arrumar para o outro de vez em quando, principalmente em dias especiais... São tantos comportamentos, oportunidades... 
Não!!!
Todo tipo de namoro é bom. Muito bom! Em geral, a palavra vem acompanhada de um investimento de tempo para com alguém, em algum lugar. Namorar envolve um monte de situações, como por exemplo, estar atento às necessidades do outro, em estar à escuta e empenhar tempo que a outra pessoa precisa com nós. Mas também é estar aberto a novas situações e poder desenvolver o gosto por si mesmo. Amar a si mesmo, falar bem de si mesmo!
É preciso aproveitar os sentimentos e a vida que nos rodeia, tudo o que nos faz bem e não atrapalha outras pessoas, é preciso investir em tempo consigo mesmo!
Mas como fica para aquelas pessoas que vivem sozinhas, por opção, por escolha o ou por consequências? Por uma lógica da vida (e dos negócios também), namorar seria apenas para duas (ou mais) pessoas. A solidão pode nos deprimir ou nos impulsionar a cometermos atrapalhadas graves em nossas vidas.
Todos nós esperamos ser amados por alguém, mesmo que não saibamos (em alguns casos) se deixar ser amados. Cobramos tanto isso que afastamos as pessoas disponíveis para esse “amor”!
Mas nem sempre e nem só isso é possível. Você já imaginou, ou pensou na possibilidade de você namorar o que está sentindo de melhor na sua vida? De fechar os olhos e ter a sensação maravilhosa (sem uso de álcool e outras drogas) de se sentir vivo, capaz... Não existem limites para o que os fantasiamos e pensamos de nós mesmos. Namorar é muito mais amplo do que a palavra em si define! Podemos namorar a família, os amigos, os ambientes, as circunstancias, a si mesmo... Quem aprende a namorar a si mesmo, sem duvida pode se permitir a ser amado por outra pessoa.

Promova um encontro intenso consigo mesmo!
Apaixone-se por você mesmo.

Leia também...