Esportes
04/05/2012 17:30

Invicto, Corinthians vence Real e conquista título inédito Com o placar de 1 a 0, time de São Germano derrotou a equipe da cidade e levantou a taça pela primeira vez. Campanha foi inquestionável, com sete vitórias e quatro empates

SÃO JOSÉ DO CEDRO

         A equipe do Corinthians de São Germano experimentou no domingo, pela primeira vez o sabor da conquista do Campeonato Municipal da categoria principal. Com uma vitória de1 a0 frente ao Real Promorar, o time do interior levantou a taça inédita, já que havia empatado o jogo de ida em1 a1. Além da alegria de vencer a competição pela primeira vez, o time alvinegro pode comemorar ainda a invencibilidade. Durante a competição foram sete vitórias e quatro empates.

         A última vitória foi conquistada justamente na partida decisiva. Mesmo podendo empatar no tempo norma e na prorrogação, o Corinthians não quis saber da vantagem e foi pra cima do adversário, enquanto o Real buscava surpreender nos contragolpes. O jogo era muito amarrado, e as duas equipes com dificuldades para criar. Apesar do Corinthians atacar mais, quem quase marcou foi o Real. Joel Quadro cobrou falta e a bola explodiu na trave do goleiro Tiago Delazeri. Eram poucas as oportunidades, até que aos 36, Diórgenes Dalmoro foi derrubado na área. Pênalti em favor do Corinthians. Evandro Pandolfo bateu e fez1 a0 para o time de São Germano.

         O Real quase chegou ao empate aos 43 minutos, quando o lateral Bidi pegou belo chute de fora da área. A bola só não acertou o ângulo direito porque o Tiago Delazeri fez bela defesa. No segundo tempo, o Real precisou atacar mais e começou a desguarnecer atrás. Aos 12, Ivonei         Luis Brum teve a oportunidade de marcar o segundo. Ele chegou cara a cara com o goleiro Aldair, mas demorou a finalizar e foi desarmado pelo arqueiro.

         A produção ofensiva do Real era muito baixa para quem precisava ao menos empatar e levar a partida à prorrogação. Apenas aos 20 minutos, Ivonei Brancher ameaçou o goleiro Tiago com chute de fora da área. Fora isso, as oportunidades mais claras seguiam sendo do Corinthians. Valdecir Wolfart teve duas chances de marcar mais desperdiçou. Aos 42, ele recebeu boa bola metida no meio da zaga e quando driblou Aldair, foi derrubado. Pênalti. Pandolfo travou um novo duelo com Aldair, mas dessa vez o goleiro levou a melhor e defendeu o tiro. Depois Wolfart teve nova oportunidade, mas finalizou para mais uma defesa de Aldair.

Ao apito final, a equipe alvinegra pode fazer a festa pela primeira vez. O meia Maurinho, um dos destaques da equipe na competição, enalteceu a conquista invicta, o que segundo ele, demonstra o merecimento da equipe. Ele lembrou, ainda, da fiel torcida alvinegra, que comparece em todos os jogos, nunca deixando de apoiar o time. O zagueiro do Real, Bazotti, reclamou da arbitragem na marcação do pênalti, mas reconheceu que o adversário foi merecedor do título pela campanha que fez.

         Além do título, o Corinthians levou também o troféu disciplina e a melhor defesa da competição, tendo o goleiro Tiago Delazeri como o menos vazado. Foram apenas 11 gols sofridos. A artilharia ficou com o atleta Leandrinho do Floresta, autor de 10 gols. No terceiro lugar ficou a equipe do Realeza que empatou em1 a1 com o Floresta, após vitória de5 a1 no jogo de ida. Além de troféus e medalhas, as equipes finalistas foram recompensadas com dinheiro. O Corinthians, campeão, recebeu R$ 500,00, o Real Promorar R$ 300,00 e o Realeza R$ 200,00. O goleador e goleiro menos vazado receberam R$ 50,00 cada mais troféu.

Galeria de fotos

Leia também...