Geral
01/09/2017 10:47 (atualizado em 31/12/1969 21:00)

VIDA A DOIS - Falando de dinheiro


Parte III

Foi impressionante a repercussão sobre o artigo anterior (Falando de dinheiro parte II). Não exatamente que tenha ficado surpreso, afinal de contas, todos os dias, há 18 anos, ouço queixas conjugais, cuja referência de alguns cônjuges é a gestão econômica do casal. Muitos projetam para o dinheiro, as questões que não conseguem resolver na vida a dois. Mas onde está o conflito? Na maioria das vezes, nem eles compreendem bem! Pois se o casal que não está bem na relação, pode não desejar um educação financeira em conjunto. 
Mas como ser “verde” em tempos vermelhos?
Sabemos que em tempos de crise, o controle financeiro precisa ser rígido, é tempo de retirar algumas coisas antes agregadas ao cotidiano ou a vida familiar, “re” acrescentando outras que já havia abandonado. Porém essa gestão, não pode ficar centrada em apenas um dos membros. Isso só aumentaria uma possível crise, já latente na vida dos cônjuges.
Em geral, uma das coisas que esperamos do casamento, é justamente que não seja preciso esconder o quanto cada um ganha e ou, gasta. Imagine uma conversa tranquila e sem cobranças. Isso não existe na sua casa? Então é preciso que ambos promovam um tempo para falar desse assunto, sem cobranças de qualquer lado. Sejam assertivos ao que concerne na vida a dois. O dinheiro faz parte de todas as relações, feliz ou infelizmente. Ou você é um (a) infiel financeiramente?  Cuidado, isso pode ir mais longe ao longo do tempo...
Não erra quem não toma decisões
Gestar a questão econômica juntos é sinal de uma maturidade conjugal. Onde ambos passam a fazer “um” só. Pois casar é ser adulto a dois! A partir daí, pode-se sonhar e prospectar um futuro melhor para a vida familiar.
Pense na família antes de passar o cartão, assinar um cheque, fazer parcelas e ou comprar algo. Isso faz a diferença! Pois um “atrapalho”, seja por ambos ou apenas de um, pode levar anos para a reabilitação financeira da família. 
Procure algum exemplo positivo nas suas relações, acaso você tenha dificuldade para lidar com sua gestão financeira. 


Leia também...