Geral
06/11/2017 10:33 (atualizado em 31/12/1969 21:00)

Deatec assina Pacto pela Inovação ASSINATURA A iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), tem por objetivo fortalecer o ecossistema catarinense de inovação

Associação Polo Tecnológico do Oeste Catarinense (Deatec) é uma das entidades que participa do Pacto pela Inovação
Entidades públicas e privadas assinaram, nessa semana, em Florianópolis, o Pacto pela Inovação em Santa Catarina. A iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), tem por objetivo fortalecer o ecossistema catarinense de inovação.
A Associação Polo Tecnológico do Oeste Catarinense (Deatec) foi uma das entidades que assinou o pacto. De acordo com o presidente André Telöcken, Santa Catarina está na frente de vários Estados e países no setor. “O Oeste precisa ficar conectado com os agentes de inovação. A principal conexão está com os centros que estão sendo construídos em todo o Estado”. Em Chapecó, está sendo estruturado o Parque Científico e Tecnológico Chapecó@ que surge com um conjunto de ações que voltam-se a estruturar projetos inovadores e como o elemento agregador e fomentador de um sistema regional de inovação.
A Deatec, sendo um elo do ecossistema de inovação, juntamente com os demais polos do Estado e a Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate), comprometeu-se com ações no sentido de dar desenvolvimento ao Pacto pela Inovação. “Somente com a participação das entidades e das empresas é que podemos ter a oportunidade de incluir o Oeste nestes programas que envolvem os centros de inovação, bem como outras ações de cunho governamental e incentivos à inovação”, salientou Telöcken.
O dirigente destacou que ter a pauta de inovação nas entidades e também nas empresas é uma questão de sobrevivência para os negócios nos próximos anos. “A inovação é uma das principais formas para ampliar a competitividade. As mudanças ‘disruptivas’ estão vindo tão rapidamente que muitos negócios simplesmente podem deixar de existir nos próximos anos. Além disso, estudos demonstram que 65% das crianças de hoje trabalharão no futuro em atividades que não existem hoje. Por isso, precisamos investir em inovação e estarmos preparados para os desafios futuros”.
 PACTO PELA INOVAÇÃO
A ideia é aumentar os níveis de conexão e convergência das ações do ecossistema catarinense a fim de multiplicar resultados e mostrar ao investidor, empreendedor e aos talentos externos que, além dos investimentos governamentais em inovação, os setores estão alinhados com o propósito.
No total, 29 entidades assinaram o Pacto pela Inovação. “O acordo envolve o Governo do Estado, universidades, instituições de apoio, empresas e outros atores que promovem Ciência, Tecnologia, Inovação e Empreendedorismo. O compromisso é multiplicar, coordenar e orientar ações na mesma direção, rumo à economia do conhecimento”, disse o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da SDS, Jean Vogel.
O Pacto pela Inovação foi uma ação firmada durante o 1º Encontro do Ecossistema Catarinense de Inovação, evento que ocorreu nessa segunda e terça-feira (30 e 31), em Florianópolis.

Galeria de fotos

Fonte: MB Comunicação

Leia também...