Geral
08/12/2017 10:35 (atualizado em 31/12/1969 21:00)

Palmitos proporciona mais de 70 cirurgias de catarata SAÚDE Entre os dias 30 de novembro a 02 de dezembro foram realizadas 76 cirurgias, totalizando 86 palmitenses atendidos. Os procedimentos foram realizados em Lourenço do Oeste

Ascom Prefeitura / A Administração Municipal disponibilizou o transporte para os três dias 
A Administração Municipal de Palmitos por meio da Secretaria de Saúde firmou uma parceria com os Governos Estadual e Federal para a realização de cirurgias de cataratas. Entre os dias 30 de novembro a 02 de dezembro foram realizadas 76 cirurgias, totalizando 86 palmitenses atendidos. Os procedimentos foram realizados em Lourenço do Oeste.
A secretária de Saúde de Palmitos Adriane Terezinha Erkmann Augustin explica que os pacientes foram no dia 30 de novembro para a primeira avaliação, e quem apresentava a necessidade já fazia a cirurgia de um olho. No dia 01 de dezembro, foi realizado o retorno de quem fez a primeira cirurgia, e quem apresentava a necessidade já fazia a cirurgia do segundo olho. E no dia 02 de dezembro, foi realizado um novo retorno. “Tivemos pacientes que foram até São Lourenço, mas foram diagnosticados com outras patologias ou sem necessidade de cirurgia”, conta. 
Adriane menciona que tinham pacientes que estavam na fila desde 2011 aguardando a cirurgia. E com esse mutirão praticamente foi zerada a fila de espera. “Julgo de uma forma importantíssima esse mutirão, pois praticamente zeramos a fila, ficaram apenas algumas pessoas que não puderam ir no dia na cirurgia por problemas particulares ou motivo de doença. E ouvindo o depoimento, estão maravilhados, hoje estão com outra visão de ver as coisas, a vida delas ficaram mais colorida”, conta.
Para se inscrever, Adriane explica que é necessário ter um diagnóstico de catarata e levar o laudo preenchido na Secretaria da Saúde. Ela ressalta que a equipe médica que realiza as cirurgias são de São Paulo, por conta disso, não tem data prevista para o próximo mutirão. “Agora temos que aguardar os 30 dias para o retorno. Essas cirurgias são feitas pelo SUS, e o paciente não teve gastos. Os exames foram feitos no dia e o paciente entrava para o centro cirúrgico saia já com óculos e colírios”, explica.
O palmitenses Jovino Testa, 72 anos, realizou o procedimento e revela que sua vida mudou. “Eu demorei na fila da espera, mas a equipe medica é excelente, eles são queridos e atenciosos. E hoje estou me sentindo bem, claro estou cuidando, me recuperando, estou usando o óculos que também ganhei. Agora é só esperar para o retorno, mas estou satisfeito, só não dou nota 11 por que não tem”, conta. 

Galeria de fotos

Leia também...