MELHORIA
06/04/2018 09:54 (atualizado em 31/12/1969 21:00)

Governador Pinho Moreira solicita melhorias na aduana de Dionísio Cerqueira A intenção é tornar a importação e exportação de produtos agrícolas mais ágeis e competitivas

Foto: Divulgação | O governador Eduardo Pinho Moreira e o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Airton Spies, participaram de reunião na sede da Receita Federal
Na quinta-feira, dia 05, o governador Eduardo Pinho Moreira e o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Airton Spies, participaram de reunião na sede da Receita Federal, em Brasília, para discutir as ações de melhoria na estrutura da aduana de Dionísio Cerqueira. A intenção é tornar a importação e exportação de produtos agrícolas mais ágeis e competitivas.
  Segundo o secretário Airton Spies, a aduana de Dionísio Cerqueira, no limite entre Santa Catarina e Argentina, tem um papel muito importante no desenvolvimento regional, porém enfrenta grandes problemas para atender a demanda de trabalho. “Hoje, os caminhões ficam até uma semana na fila esperando atendimento, o que torna a importação de produtos agrícolas, principalmente de milho, não competitiva. Muitas cargas acabam entrando pelo Rio Grande do Sul ou por Foz do Iguaçu”, ressalta.
  A principal demanda catarinense é aumentar o número de funcionários da Receita Federal e do Ministério da Agricultura para o trabalho aduaneiro e fitossanitário. A estrutura em Dionísio Cerqueira é também peça fundamental para a implantação da Rota do Milho – um corredor de exportação de grãos vindos Paraguai com destino a Santa Catarina.  Com a importação de milho, as estimativas são de que o movimento de caminhões na aduana aumentaria em até 150 caminhões por dia.

Galeria de fotos

Leia também...