PROJETO
31/05/2018 18:05 (atualizado em 31/12/1969 21:00)

Rotaract Club de Palmitos comercializa mais de 600 peças no Projeto Amenizar Os valores arrecadados serão revertidos na compra de aparelhos ortopédicos que serão disponibilizados gratuitamente para empréstimos

Foto: Rotaract Club de Palmitos
O Rotaract Club de Palmitos iniciou, no dia 21 de abril, a Campanha do Agasalho 2018, pelo projeto Amenizar. Com o lema “Tire a solidariedade do armário. Doe!”, os companheiros se mobilizaram na arrecadação de roupas de inverno, calçados, cobertores e mantas, em bom estado de uso. 
Todo o ano, o Rotaract Club de Palmitos desenvolve esse projeto e as doações são comercializadas com valores simbólicos, e com o valor arrecadado é adquirido equipamentos para o banco ortopédico do clube, os quais são emprestados às pessoas com necessidades. 
Nesta edição, foram comercializadas aproximadamente 600 peças de roupa de inverno, calçados, cobertores e mantas, totalizando um valor de aproximado de R$ 1,3 mil. 
As vendas ocorreram no salão Paroquial da cidade. “A proposta da campanha está pautada na importância da solidariedade, a partir da necessidade de estruturar-se uma rede de ações com a comunidade, em prol da arrecadação de doações de agasalhos e afins, onde são comercializados por valores simbólicos e revertidos em outras áreas para a comunidade”, declara Aline Reinheimer, vice-presidente do Rotaract de Palmitos.
O presidente do Rotaract de Palmitos, Alan Carlos Gugel, menciona que as roupas que não foram comercializadas serão doadas a Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC) do município. 
Ele acrescenta que o objetivo é disponibilizar as roupas de inverno para pessoas que necessitam e, desta forma, oportunizar que elas possam escolher as peças que gostarem e lhes forem úteis, promovendo a autonomia, autoestima e a valorização das famílias. “Foi uma ação muito proveitosa, onde pessoas que necessitam de roupas para enfrentarem o inverno que se aproxima, tem a chance de adquirir por preços acessíveis, diga-se de passagem, preços irrisórios. As peças de roupas que não foram vendidas serão destinadas ao Brechó da RFCC. Os valores arrecadados serão revertidos na compra de aparelhos ortopédicos que serão disponibilizados gratuitamente para empréstimos”, finaliza Gugel.
Fonte: Rotaract Club de Palmitos/Jornal Expresso d'Oeste

Leia também...