PALMITOS
22/08/2018 15:50 (atualizado em 31/12/1969 21:00)

Clínica especializada na medicina do sono chega em Palmitos VitalSono tem sede em Porto Alegre/RS e outra filial em Chapecó/SC

Otorrinolaringologista Amanda Costa e cardiologista Douglas Alba (Foto Elis Morelatto)
Inaugura no dia 1 de setembro, a VitalSono em Palmitos. A clínica tem sede em Porto Alegre/RS, filial em Chapecó e realizar diagnostico em ronco e apneia do sono. Além disso, utiliza de equipamentos de última geração para realização de exames de polissonografia domiciliar tipo 3. Este exame é realizado no conforto da casa do paciente e essencial para o diagnóstico do distúrbio do sono. 
A responsável técnica e otorrinolaringologista, Amanda Costa, explica que esse será um avanço para região, já que atua na revolucionária medicina do sono. “A VitalSono desenvolveu uma metodologia de atendimento que une o conhecimento de uma equipe completa e tecnologia que garante a realização de exames com rapidez, conforto, segurança e confiabilidade”.  
Amanda ainda comenta que é de suma importância investigar o ronco e apneia, vilões para uma boa noite de sono. “Estudos comprovam que a Síndrome Apneia Obstrutiva do sono pode agravar os problemas de saúde, como a hipertensão, problemas cardíacos, ansiedade, diabetes, distúrbios hormonais, sono não reparador, sonolência, problemas de memória, redução de libido, e impotência”, destaca. 
Dados apontam que 60% da população tem algum problema com o sono. Insônia, roncos e pausas de respiração, bruxismo, sono não reparador e movimentos anormais durante o sono são alguns problemas muito comuns que podem acometer a todos (as), principalmente no mundo atual.
A otorrinolaringologista esclarece que quando não se dorme direito ou dorme-se um número de horas inadequado é comum surgirem sintomas como cansaço, sonolência excessiva durante o dia, irritabilidade e até problemas de memória. “Já é sabido que para termos um dia produtivo, ter um sono de qualidade é o ponto de partida” afirma.
RONCO E APNEIA 
Ronco e apneia não são normais e não deve ser tolerada nem em crianças, nem em adultos e nem em idosos. Quem ronca apresenta alguma obstrução na árvore respiratória que se acentua ao deitar e piora no momento de relaxamento corporal. “Antigamente não nos preocupávamos com as repercussões fisiológicas desta obstrução durante o sono apenas com o barulho desagradável que atrapalhava o sono de nosso parceiro. Hoje em dia todo o paciente que ronca e tem apneia é extensamente investigado por um médico especialista em sono” salienta Amanda.
  Já a apneia é definida como a interrupção da respiração, podendo levar à queda de oxigênio no sangue e a despertares ao longo da noite. Geralmente, as pausas respiratórias duram pouco mais de 10 segundos e são consideradas anormais quando ultrapassam a frequência de cinco eventos por hora de sono. A Apneia pode ser provocada por alterações anatômicas e pela diminuição de atividade dos músculos dilatadores da faringe. A obesidade é um dos fatores que agrava o quadro do distúrbio por conta do estreitamento das vias respiratórias superiores.
A Clínica VitalSono está integrada ao consultório Costa e Alba, no Hospital Regional de Palmitos. 

Galeria de fotos

Leia também...