Ciência
19/07/2012 15:13

Número de mortes por Gripe A em Santa Catarina sobe para 62 e casos para 685 Relatório da Diretoria de Vigilância Epidemiológica aponta dez novas mortes pelo vírus

Último relatório da Diretoria de Vigilância Epidemilógica (Dive) de Santa Catarina traz dez novas mortes pelo vírus H1N1 totalizando 62 em todo o Estado. O número de casos também aumentou para 685.

Os números mostram que o vírus está mais forte, ou seja, a taxa de mortalidade passou de 7% para 9%. O das outras gripes conhecidas como comums está bem abaixo com apenas 167 casos e 6 mortes.

Desde 2009, quando 144 pessoas morreram em decorrência da infecção, o Estado não registrava um número tão elevado. No ano passado, nenhuma morte foi registrada apesar das cinco notificações feitas a partir de exames laboratoriais. Em 2010, houve 23 casos, sendo duas mortes. Há três anos, quando houve a pandemia mundial, 144 pessoas morreram em SC e foram notificados 3.029 casos.

As novas mortes

Residente em Fraiburgo, feminino, 33 anos, Tabagismo e Depressão,

Residente em Blumenau, masculino, 38 anos, Hipertensão Arterial Sistêmica e tabagismo

Residente em Fraiburgo, feminino, 48 anos, sem registro de doença crônica

Residente em Videira, feminino, 43 anos, Hepatopatia crônica e Hipertensão Arterial Sistêmica

Residente em Blumenau, feminino, 52 anos, Pneumopatia Crônica

Residente em Capivari de Baixo, feminino, 39 anos, Obesidade

Residente em São José, feminino, 83 anos, Imunodeprimido

Residente em Florianópolis, feminino, 43 anos, Pneumopatia Crônica 

Residente em Ituporanga, feminino, 69 anos, Pneumopatia Crônica

Residente em Criciúma, masculino, 63 anos, Cardiopatia Crônica

Fonte: DC

Leia também...