Ciência
22/05/2012 16:16

Depilação a laser elimina 80% dos pelos Aproveite o inverno para investir na depilação a laser. Entenda melhor como funciona a técnica, conheça os dois tipos existentes e elimine por mais tempo a maioria dos pelos

Os melhores resultados da depilação se dão em mulheres com a pele clara e pelos bem escuros
Foto: Getty Images

O inverno vem chegando e com ele a melhor época do ano para fazer depilação. Isso mesmo: depilação a laser. Os médicos recomendam fazer as sessões quando a pele não está bronzeada. Isso porque a cada "tiro", o laser busca uma cor escura para atingir. No caso da depilação definitiva, o alvo é a melanina do pelo (a proteína que dá cor aos fios). A luz identifica o contraste do fio escuro com a pele, queima apenas o pelo e - maravilha! - adeus lâmina e cera quente!

Qualquer área pode ser depilada: axilas, pernas, virilha completa e, acredite, até ânus. O método está conquistando as mulheres e é vendido como depilação a laser, fotodepilação ou definitiva. O último termo, no entanto, não é o ideal, segundo a Proteste, Associação Brasileira de Defesa do Consumidor. É que a técnica não dura para sempre e elimina 80% dos pelos. Sempre sobra um fio aqui e outro ali. Ainda assim, essa redução pode valer a pena!

Para não se frustar, verifique se o procedimento é feito por um médico dermatologista. Um profissional sem experiência pode queimar sua pele. Também é importante dosar sua expectativa. Nem todas as mulheres conseguem eliminar os pelos em três ou quatro sessões.

Os melhores resultados ocorrem com quem tem pele clara com pelo bem escuro: o contraste é grande e fica fácil para o raio laser localizar o pelo. Já as loiras naturais nem sempre conseguem o efeito que desejam com a técnica, pois o laser não atinge o fio claro.

O perigo oculto

Apesar de ser moderno, ainda há o risco de queimaduras em mulheres morenas ou negras. "A melanina da pele pode ser atingida no lugar do fio", alerta a dermatologista Annia Cordeiro Lourenço, de Curitiba. Quando isso acontece, a pele sofre queimaduras graves, que podem deixar manchas para sempre. No entanto, a depilação não está proibida para morenas e negras. A velocidade de alguns aparelhos é adaptada para o laser atravessar a pele e chegar à raiz do pelo de forma lenta. E esses conhecimentos integram a rotina do dermatologista. Por isso, fazer o tratamento com um médico é a escolha mais acertada e segura e você afastará o risco de complicações.

Os dois tipos de depilação

Você vai encontrar um método feito com laser ou com luz intensa pulsada. Cada procedimento é indicado para um tipo de pele. Confira.

Laser

· Alexandrite:
Ideal para pele clara com pelos muito escuros. "Em mulher com tom de pele levemente moreno já não funciona tão bem", alerta a dermatologista.

· Diodo de longo pulso e laser de puxo longo:
Tem ótimos resultados em pele negra, pois tal tecnologia consegue ser ajustada para o pouco contraste entre pele negra e pelo escuro.

Luz pulsada intensa
Enquanto o laser tem alvo único e atinge diretamente o pelo, a luz pulsada libera diversos feixes de luz e trata manchas e vasos sanguíneos, por exemplo. "Considero de qualidade inferior, pois muita energia que poderia queimar o pelo é dissipada em outras áreas, sendo menos eficaz", avalia a dermatologista Annia. O lado bom? "Vale para mulheres com pelos finos ou que não querem sentir tanta dor", indica a especialista.

Encostou, queimou!

Entenda de que forma o laser elimina os pelos do seu corpo.

Foto: Reprodução revista VIVA!MAIS

1. No tamanho
Antes da depilação, o pelo deve estar pequeno, na fase inicial de crescimento, para que o laser queime o fio sem danificar nenhuma área da pele.

2. Preparada
Passe a lâmina dois dias antes do laser para chegar ao tamanho ideal. Além disso, a parte mais larga do fio estará à mostra, facilitando o reconhecimento.

3. Queimando tudo
Em contato com o fio, a luz do laser reconhece a melanina, se transforma em calor e esse calor é conduzido até a raiz para afetá-la.

4. Lisinha, lisinha
A raiz não morre - ela é danificada e deixa de produzir os pelos. Costuma ser eficaz em 80% dos pelos da região e pode não funcionar em alguns fios.
 

Galeria de fotos

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br/beleza/reportagem/pele/depilacao-laser-elimina-80-pelos-684027.shtml

Leia também...