Ciência
12/09/2014 00:00

Lenços higiênicos que previnem DST: isso funciona mesmo? Em agosto de 2014 desembarcou no mercado brasileiro uma nova linha de lenços que prometem higienizar a região íntima e proteger contra doenças sexualmente transmissíveis. Fique por dentro dessa história.

Você já ouviu em Sex Wipes? Lançados recentemente por uma empresa brasileira da área de perfumaria, eles são lenços umedecidos destinados ao uso antes e depois da relação sexual. O produto foi aprovado no início do ano pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na categoria de higienização, porém o fabricante promete não só uma limpeza da região íntima de homens e mulheres mas também evitar que fungos e bactérias causadores de doenças sexualmente transmissíveis  (DST) se instalem ali. "Ele contém substâncias que estimulam a produção de micro-organismos responsáveis pela defesa natural dos órgãos genitais", garante Jairo Zig, diretor de comunicação e marketing da Florale, que desenvolveu o Sex Wipes. A ideia, segundo Zig, não é substituir o uso do preservativo  nem tratar pessoas que já tenham DST, mas contribuir para uma melhor higiene pessoal e reduzir o número de casos dessas doenças.

Na opinião do ginecologista Fábio Laginha, do Hospital 9 de Julho, em São Paulo, a novidade é arriscada. "Vários trabalhos científicos já tentaram mostrar que a higienização previne DST, mas nenhum conseguiu provar essa relação", relata o especialista. Ele adverte que a limpeza em excesso da região genital até abre portas para infecções, já que retira a proteção natural da pele e aumenta o risco de microfissuras. O ideal, segundo Laginha, é higienizar-se normalmente - isto é, com água e sabão durante o banho. Com relação à prevenção de DST, o médico é categórico: camisinha sempre.

Galeria de fotos

Fonte: Mdemulher

Leia também...